(11) 2796-7113 / 2694-3600 Fax: 2618-1590

DOENÇAS NEUROLÓGICAS

ENXAQUECA


Dor de cabeça de forte intensidade, que atinge principalmente mulheres e pode estar relacionada à ingestão de diferentes alimentos. Costuma ser latejante e acometer um lado da cabeça, acompanhada de náuseas, vômitos e tonturas.


EPILEPSIA


Sucessão de crises convulsivas, caracterizadas por perda ou não da consciência, seguidos por movimentos involuntários de braços e pernas. Por vezes há relaxamento esfinctérico, ocasionando perda de urina e fezes. Alguns casos podem ser submetidos ao tratamento cirúrgico.


ACIDENTE VASCULAR ENCEFÁLICO (AVE)


Também conhecido como AVC (Acidente Vascular Cerebral), é mais comum em indivíduos hipertensos, diabéticos e fumantes, caracterizando-se por perda súbita de força em um lado do corpo, seguido ou não de alterações de fala e do nível de consciência. Pode ser isquêmico ou hemorrágico e o tratamento pode ser clínico ou cirúrgico.


DOENÇA DE PARKINSON


Costuma atingir pacientes idosos e apresenta início lento. Caracteriza-se por tremores em membros, dificuldade de movimentá-los e lentidão nos movimentos. A medida que a doença progride, os sintomas pioram. O tratamento pode ser clínico ou cirúrgico.


TONTURAS E VERTIGENS


São sintomas extremamente freqüentes e podem estar relacionados a estresse, alimentação ou alterações circulatórias. O tratamento costuma ser bastante eficaz.


INSÔNIA


É a dificuldade em iniciar ou manter o sono ou apresentar um sono não reparador prejudicando as atividades sociais e/ou profissionais durante o dia. Pacientes com insônia podem apresentar cansaço, mau humor, sonolência ou sensação de atordoamento. O tratamento depende da causa e geralmente é composto por alteração de hábitos, medicação e terapia.


APNÉIA OBSTRUTIVA DO SONO


É caracterizada por ronco e hipopnéia (diminuição do fluxo aéreo) ou apnéia (cessação completa do fluxo aéreo) noturnos e sonolência e cansaço diurnos. Como conseqüência, o paciente portador de apnéia pode desenvolver hipertensão e arritmias cardíacas. O tratamento pode ser clínico ou cirúrgico.


DOENÇA DE ALZHEIMER


É a causa mais comum de demência e acomete indivíduos idosos. O paciente apresenta comprometimento da memória, principalmente para fatos recentes, que comprometem as atividades sociais e/ou profissionais. A doença é progressiva e o tratamento é clínico para impedir que a doença progrida.


NEUROCISTICERCOSE


Doença transmitida por alimentos mal lavados pode ser a causa de quadros epilépticos ou de outras doenças neurológicas. Dependendo da localização do cisticerco (ovo do parasita causador da doença) no sistema nervoso, o tratamento pode ser clínico ou cirúrgico.


 
 
Rua Conselheiro Cotegipe, 543 - Belenzinho - São Paulo - SP - Tel: (11) 2796-7113 / 2694-3600 Fax: (11) 2618-1590
© Copyright 2010 - Todos os direitos reservados. Desenvolvido e Hospedado por LF Networks